Um jornalismo mais transparente e em tempo real?

Este foi o primeiro pensamento que tive ao ler a notícia de que o jornal Washington Post começou a realizar chats através de vídeos, ao vivo, entre os leitores e os jornalistas, direto da redação.

A proposta de utilizar vídeos para aproximar os leitores das etapas produtivas do jornal e “abrir” as cortinas das redações tem experiência recente com o TimesCast, resumidademente, um videocast diário sobre a reunião de pauta do New York Times.

Já no WP, a ideia é mais diálogica do que voyeur. De acordo com o editor de “interatividade e comunidade”, o objetivo é que os videochats possam ser utilizados durante todas as etapas da produção da notícia. “Esperamos que os jornalistas possam fazer isso na estrada, direto de suas mesas. Essa é uma oportunidade para realização do jornalismo em tempo real”, disse Strauss.

Inicialmente, o Washignton Post Live, nome do projeto de vídeo ao vivo, repete a lógicas “sessões de perguntas e respostas” e um agenda com os horários das transmissões foi publicada no site do WP. Mais do que interessante a ideia, bem como o nível de conservação e transparência que a ferramenta poderá proporcionar. Espera-se que os videochats influencie também a própria pauta do jornal, potencializando a colaboração entre cidadão e redação.

Anúncios

Potencialize o diálogo. Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s