A Tarde aposta em infográficos na cobertura da chuva em Salvador

Na mesa redonda que participei sobre os desafios do jornalista no século XXI apontei a necessidade de potencializar as narrativas multimídias nas páginas dos jornais. Para minha surpresa, o jornal A Tarde produziu nesta quinta-feira (8) um bom infográfico sobre a ameaça de chuva (que se concretizou) em Salvador. Podem ficar atentos que mais infográficos serão produzidos pelo jornal.

No infográfico é possível visualizar áreas com risco de desabamento, deslizamento e alagamento. A criação multimídia e editoração eletrônica foi realizada pelo Leandro Actis e a produção multimídia ficou ao cargo de Felipe Barbalho e Paula Pitta.

Para a professora Adriana Alves, mestre em comunicação e pesquisadora de infografia multimídia, “esta infografia demonstra avanços no que se refere à produção de infografias mais dinâmicas em relação ao que vinha sendo feita no jornal A Tarde, algumas totalmente estáticas e sem incremento quanto à narrativa infográfica”

Questionei a Adriana se o hiperlocal seria uma tendência para a infografia. A resposta: “não seria, em essência, tendência que vem se desenhando. Não é produtivo pensar em infográficos por temas, onde tudo pode ser infografado hoje em dia, em que as barreiras e limites são mínimos para tais produções. O que houve foi uma produção que retrata as chuvas que estão ocorrendo em Salvador, o Jornal é em Salvador, portanto, nada mais natural. É como se fosse fazer reportagem em texto sobre a chuva. A diferença é que eles infografaram”.

É justamente essa “diferença de infografar” que coloca-se como uma necessidade, um desafio para o jornalismo contar as histórias cotidianas e o mais importante como contar bem uma história.

A jornalista Paula Pitta que participou da elaboração do infográfico comenta que o produto “falou” mais do que um texto e atendeu aos internautas. Para ela, o conteúdo multimídia no jornalismo on line é o grande “filão do momento”. “Os internautas demonstram interesse nesse tipo de conteúdo e o jornalismo on line não pode se limitar a narrar os fatos através dos textos”, diz.

Paula Pitta pontua ainda que a notícia multimídia não deve se limitar ao texto. É preciso “pensar qual o melhor formato para contar essa história. Se for através de infográfico, você precisa fazer textos curtos e precisos, utilizar imagens, de preferência incluir vídeo e áudio (se for o caso). É necessário pensar a estrutura do infográfico para que ele fique claro e seja de fácil leitura e de preferência que seja interativo”.

Questionei a Paula se na prática é possível pensar a colaboração dos leitores/usuários em infográficos. A resposta:  “Sou defensora da participação do leitor (internauta) na produção da notícia. Acho que os leitores gostam de participação e se aproximam mais (fidelizam também) através da participação. Percebo que toda solicitação de interatividade é bem aceita pelos internautas, tem participação instantânea”

Anúncios

Potencialize o diálogo. Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s