Wikileaks e a mineração de dados

Reza a lenda que a história é contada quase sempre pelos vitoriosos e não pelos derrotados. Perdoe-me pela metáfora, mas ao conhecer o projeto colaborativo Wikileaks foi a primeira idéia que tive. O Wikileaks está no ar desde 2006 com o objetivo de possibilitar aos usuários armazenar arquivos confidenciais garantindo o anonimato e a segurança do cidadão em questão.

Nesta segunda-feira (5) o site divulgou um vídeo secreto das forças armadas dos Estados unidos que flagrou um assassinato de quase uma dúzia de cidadãos no Iraque em 2007.

De acordo com matéria de Carlos Alberto Teixeira, d’ O Globo, “O vídeo, que estava criptografado, foi decifrado pelo WikiLeaks e mostra o jornalista da Reuters Namir Noor-Eldeen e o motorista Saeed Chmagh, também da empresa, e várias outras pessoas sendo alvejadas próximo a uma praça pública. Eles são aparentemente confundidos com insurgentes e suas câmeras fotográficas são identificadas como armas pesadas”.

No site do WikiLeaks comenta-se que a Reuters tentava através o Freedom of Information Act desde a época das mortes dos seus funcionários, mas sem sucesso. Não existe prova melhor da eficácia da colaboração (nesse caso classificada como mineração de dados – mining) para auxiliar o jornalismo na elaboração/apuração de um fato. Vale destacar que em tempo de redes sociais a combinação de dados, recombinação e apuração ganha uma importância fundamental nos processos colaborativos (em breve aprofundo mais sobre essa questão)

O projeto, criado por jornalistas e ativistas anônimos é mantido por doações e não aceita publicidade e ajuda pública para custeio das suas atividades – o que custou ao site ficar fora do ar no início deste ano.

Anúncios

Potencialize o diálogo. Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s