AP atende chamado do Murdoch e rompe com o Google News

E a convocação do Rupert Murdoch para que os jornais e agências boicotem o Google, em especial com o Google News, começa a dar resultado. A Associated Press (AP) rompeu a relação com o serviço de notícias da empresa e informações posteriores a 23 dezembro já não consta no Google News.

A motivação (oficial) da AP é a falta de acordo em relação a divisão dos lucros gerados pela publicidade online do Google. Porém, o viés dessa decisão é o questionamento da potencialidade da publicidade online e o Google como mediador de receita, ou como dizem no interior o meeiro (lucro divido ao meio).

No caso da AP, a sua principal fonte de receita provém das assinaturas dos meios de comunicação, logo o que vem do Google, ao que parece, não diferencia os rendimentos da agência.

Tenho insistido aqui blog sobre a decisão dos jornais em cobrar por conteúdo, que ao me ver será o grande debate para o jornalismo em 2010. Os rompimentos com o Google News (simbolicamente) fragilizam a publicidade online (aqui simbolizada pelo Google) e fortalecem a decisão dos jornais em cobrar por conteúdo e afastar o Google na geração de receita online.

Anúncios

Potencialize o diálogo. Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s