Os jornais impressos não irão desaparecer

Diferente dos discursos apocalípticos do fim dos jornais impressos, o presidente da Associação Mundial de Jornais (AMJ), Gavin O’Reilly acredita em outro futuro para o setor: os jornais irão continuar vivos.

Baseado em dados da AMJ, que engloba 18 mil jornais de todos os continentes, O’Reilly afirma que apesar da crise econômica mundial e a redução da publicidade nos jornais, o setor registrou crescimento de 1,3%, no comparativo de 2008 e 2007. No acumulado dos últimos quatro anos, o aumento foi de 8,8%. No total, 539 milhões de exemplares foram vendidos em todo mundo no ano passado.

O número de leitores que compram um jornal, diariamente, é de 1,9 bilhões no mundo. Se acrescentarmos os jornais de circulação gratuita teremos um aumento de 1,62% de leitores em 2008 e 13% nos últimos cinco anos.

Queda de vendas é setorizada

De acordo com os dados da AMJ, as vendas caíram 3,7% na Europa e nos Estados Unidos. Já na África, América Latina e Ásia houve crescimento, principalmente, nos três maiores mercados consumidores de informação: China, Índia e Japão. Estima-se que a queda da publicidade destinada aos jornais contabilizou 5% em 2008.

Otimismo para os próximos anos

O’Reilly acredita, que com o fim da crise, a publicidade volte aos jornais e equilibre as finanças. Atualmente, os jornais impressos abiscoitam 37% das verbas publicitárias no mundo. Questionado, sobre as constantes demissões e fechamentos dos jornais, o presidente da AMJ acredita que os medias já aprenderam a lição e encontraram novos modelos de negócios para manter a “vida”.

Via ElMundo

Anúncios

Potencialize o diálogo. Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s