A digitalização de livros da Google e o lançamento do Kindle 2

Pode não ter nenhuma relação, após a Amazon apresentar o Kindle 2, a Google anunciou que irá pagar aos autores/editores pelos livros que serão digitalizados.

Com a medida, a Google pretende “acalmar” a luta pelos direitos autorais. Segundo o site The Inquirer, a empresa irá gastar US$ 125 milhóes. Cada livro digitalizado deverá custar cerca de US$ 60 (taxa única) e mais 63% do lucro, gerado a partir da comercialização no site Google Book Search. Em caso de digitalização parcial das obras, o valor será de US$ 5 e US$ 15.

Mas, como a Google não é boba, já prevê inserir anúncios nos produtos. Vale lembrar que o acervo da Biblioteca Pública de Nova York, das universidades de Stanford e Harvard já estão em processo de digitalização.

Em paralelo, a digitalização dos livros, o aprimoramento do Kindle 2 sinaliza que estamos a viver em uma fase tão importante quanto a dos tipos móveis de Gutemberg, que revolucionou a transmissão do conhecimento.

De certa forma, a digitalização, leitores virtuais, retoma ou potencializa a possibilidade de novas vozes, novos autores, novos modelos de negócio e tal. A sua popularização ou eficácia do ponto de vista comercial é algo imprevisível, mas na qual aposto todas as minhas fichas.

Anúncios

Potencialize o diálogo. Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s