Quem tem medo da blogosfera?

crrw4.jpg
Lembram daquela história da chapeuzinho-vermelho? A mãe manda-a levar doces para a vovozinha indicando-lhe o caminho a seguir, caso contrário, o terrível lobo que andava solto no bosque, poderia devorar a pobre menina.
O viés dessa história é mostrar as crianças o quanto é importante obedecerem seus pais, pois eles sabem o caminho certo (nem sempre isso acontece, de fato). Chapeuzinho não deu ouvidos a sua mãe (aliás, o que aconteceu com o pai da menina?) e deu no que deu. Graças ao admirável caçador (ou lenhador?) a vovó e a netinha foram salvas.

Lembrei de tal conto ao ler a notícia de que o Comitê Olímpico Internacional (COI) permitirá aos atletas manterem blogs durante as próximas Olimpíadas, que será realizada na China. Fato inédito na história dos Jogos Olímpicos.

Porém, como o caminho correto indicado pela mãe à chapeuzinho, os atletas poderão apenas comentar suas experiências pessoais nas Olimpíadas. Os atletas-blogueiros estão proibidos de:
– divulgar material visual ou de áudio referentes ao evento esportivo ou de divulgar material confidencial relativo a terceiros.
– podem postar somente fotos tiradas fora das áreas reservadas e fotos próprias tiradas dentro dessas áreas que não contenham qualquer imagem das competições.
– não estão permitidos acordos com qualquer empresa e muito menos publicidade nos blogs, disse o COI, ressaltando que eles precisam aderir ao espírito olímpico e serem “honrados e de bom gosto”.

Por fim, na concepção do COI, blogs servem como uma forma de manifestação pessoal e não como uma forma de jornalismo.

Existe mecanismo mais eficiente de censura do que essas medidas adotadas?

Os blogs estão liberados, mas blogar não. E como oferecer banana a macaco e lhe dar apenas a casca. Os blogs materializam a liberdade do pólo emissor promovida pela internet, onde o leitor rompe a inércia da recepção e torna-se agente ativo no fluxo comunicacional, promovendo assim, a multivocalidade na web. A metáfora aqui é a rede. O conhecimento valoriza a sabedoria das multidões e a produção coletiva de conteúdos.

Cabe lembrar também ao COI, que blogs são espaços de sociabilidade e extensão do “eu” no ciberespaço. O blog enquanto programa (WordPress, Blogspot) não tem apenas a finalidade de publicar texto, pode ser usado para ganhar $$$, para as empresas manterem o diálogo com seus clientes. O blog como espaço potencializa as relações sociais e o diálogo entre as pessoas.

A postura do COI revela que nem mesmo a liberdade, direito essencial do capitalismo, tem valor quando o que está em jogo é $$$. Isso mesmo, restringindo os atletas-blogueiros a comentarem o mundo além da janela do hotel, busca-se preservar o direito único e exclusivo dos mass media na cobertura das Olimpíadas de Pequim. Desse modo, o que era para ser a celebração dos povos, repleto de paz e harmonia continuará um espetáculo midiático-privado e, pior, com censura prévia.

*Texto originalmente publicado no O Pensador Selvagem.

Anúncios

2 Respostas para “Quem tem medo da blogosfera?

  1. Oi herdeiro 🙂

    “nem mesmo a liberdade, direito essencial do capitalismo, tem valor quando”.

    A única liberdade que o capitalismo conhece é a da exploração. O COI proibindo/censurando os blogs de atletas está apenas defendendo os interesses dos grandes conglomerados, isso sim a essência do capital: acumular e excluir.

    abraço!

  2. Realmente é foda! Sou honestamente a favor de boicotar essas olimpíadas, o governo chinês realmente me dá calafrios. Não pode oferecer alternativa a mass media também porque ela é muito mais “carinhosa” com a organização da ollimpíada do que os blogs.

    Abraço!

Potencialize o diálogo. Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s