Profecia colaborativa

Não é nenhuma profecia, será a tendência natural da colaboração: 25% de todo o entretenimento consumido no mundo será criado, editado e compartilhado entre integrantes de grupos e não mais por grandes empresas de mídia.

A constatação foi da pesquisa da Nokia “A Glimpse of the Next Episode” que objetivou apontar as tendências da vida digital. A pesquisa dialogou com cerca de 900 milhões de clientes da companhia, além de formadores de opinião e líderes de mercado de 17 países.

A tendência é fruto da liberação do pólo emissor, proporcionado pelas novas tecnologias da comunicação.  O prof. André Lemos em post no seu blog, Carnet de Notes, analisando a previsão do estudo da Nokia, destaca também os dados provam a diferença entre as mídias de função massiva (um-todos) e as mídias de função pós-massiva (todos-todos).

O interessante é que esse “consumo” se dará num formato emrederemixado, onde a partir de uma publicação, serão adicionados novos elementos (música, links, vídeos, textos) a determinadas narrativas. A circulação destes produtos remixados será baseada em rede de contatos, grupos de afinidades, comunidades virtuais.

Anúncios

Potencialize o diálogo. Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s